31 julho 2008

apenas 20

Respondendo a meme sugerida pela minha amiga Dani, confere ai como os 20 & Alguns tem afetado a vida dessa jovem pseudo-jornalista...
1. Três coisas relacionadas a época antes de chegar aos 20&Alguns: o que esperava da sua vida aos 20&Alguns?
Faz pouco tempo que tenho 20...apenas dois meses. Mas antes de chegar aqui eu fiz de tudo para que a minha vida 2. alguma coisa fosse, pelo menos, satisfatória. Nasci, cresci, estudei, aprontei todas e mais um pouco. Entrei pra faculdade de jornalismo, depois fui trabalhar em uma redação, fui morar sozinha, namorar meu primo 20 anos mais velho, ver minha banda preferida em praticamente todas as regiões do país...atitudes precoces para alguns, para mim nada de anormal.
Acho que eu não esperava nada muito diferente do que conquistei. Talvez eu queira (ainda quero) mais autonomia. Eu fui morar sozinha, mas a vida real me obrigou a voltar pro colo da mãe e do pai. Hoje o que eu quero é o meu diploma de jornalista e falta tão pouco. Um sonho a ser realizado aos 20 & nem tantos assim.
2. Três realizações aos 20&Alguns:
Puxa, já falei tudo na primeira questão!hahaha. Eu quero meu diploma (eee, 2009 rules!), quero voltar a morar sozinha (tá, não precisa ser tão sozinha assim...né, amor?haha) e voltar a ver o Gessinger num palco (isso nos 30, 40, 50, 60 & todos).
A pergunta é três realizações que deseja ou já tem de fato? Só tenho dois meses de 20 & alguns, então ficam ai minhas realizações futuras.
3. O que você mais gosta ou gostou aos 20&Alguns?
Ainda não deu tempo de perceber isso, mas não mudou muito depois dos 1. alguma coisa...
Mas vale comentar algo que eu disse pra minha irmã outro dia: não me acostumei com a idéia de ter 20 anos. Ainda me sinto com 19. Não que isso faça muito diferença, mas ver um "2" e não mais "1" pesa um pouco...
Ontem ainda me questionei em que fase estou: ainda sou adolescente? já sou adulta? quem sou eu, o que eu sou? aaaaaaaaaaahhhh, melhorar abstrair. Abstrair it's a way of life. Abstraia. Abstraia ou enlouqueça.

Passo essa meme para o talvez único leitor dessa humilde página: Lima, Misael Lima.

30 julho 2008

pouca vogal




a primeira canção fruto da parceria Gessinger & Leindecker

poucas vogais, mas eu não levo fé na força do silêncio

29 julho 2008

enquanto isso, na capital do câncer...


Cachoeirinha City, a capital do câncer, alagada...
e seus candidatos ao legislativo:

Altair, morador de Cachoeirinha há 44 anos! -ainda bem que a cidade só tem 42, né-

Gélson Braga da Dengue -DA DENGUE? eu fora, hein-


isso não me cheira nada bem

28 julho 2008

malucos


o rato roeu a roupa do rei de Roma e a rainha de raiva roeu o resto

A juventude é um bando de malucos que fica noites sem dormir, viajando Brasil afora, para ver um cara tocar umas musiquinhas.
E se isso não fosse uma família, quem se importaria com farelos de pão no chão?rsrs

22 julho 2008

diga até mais, mesmo se for adeus


"Os ENGENHEIROS DO HAWAII vão sair da estrada por um tempo. Quanto tempo? Não sei. Talvez voltemos para comemorar os 25 anos, dia 11 de janeiro de 2010... talvez um pouco antes ou muito depois. Sempre fomos uma banda silenciosa, estou curioso pra verouvir como vão soar as músicas e discos com este silêncio radicalizado. Novidades, neste site. Cuidem-se! Tu-di-bom!!!! HG"


Volta logo, compañero!

17 julho 2008

a distância tenta, mas não separa

video

Pós-show EngHaw em Porto Alegre, 17 de maio de 2008.

Família EngHaw reunida. Que tal mais um encontro dessa turma num show da nossa banda preferida?
Estou com saudades de todos vocês!

Foda é o Brasil ser tão grande...

15 julho 2008

tirar os pés da terra firme...seguir!


E se eu dissesse que preciso de férias, isso faria alguma diferença?
Eu preciso encher uma mochila de roupas que não vou usar e ir pra qualquer lugar. Longe de qualquer pessoa.
Pode ser uma praia, quiçá Arroio do Silva. Ficar em casa sozinha e não me preocupar em comer cachorro quente todos os dias. Também não quero me preocupar em pegar muito sol, nem ficar com uma marca tosca de biquini, pq o que eu quero mesmo é não usá-lo.
Vou ler todos os livros que eu gosto sem me importar se intelectuais de merda acham que Sidney Sheldon é ruim. Também não vou ligar se alguém telefonar e se não telefonar. A essas alturas já não terei mais um telefone.
Vou brincar com o controle remoto e cantar "cara, eu prefiro outros canais"...
Vou tirar uns dias pra acordar bem tarde pq não terei compromissos e dias em que vou sair cedo pra assistir o nascer do sol na beira do mar... e lá será meu ponto favorito. Quero me deitar na areia sem me preocupar se é suja ou se algum bichinho intruso vai invadir meu biquini. Também não vou me importar com meu cabelo....deixa ele. Vou rir pq a água faz cócegas e as nuvens no céu tão formando alguma coisa não identificada, mas que é engraçado.
Vou jogar paciência e só nesse momento vou sentir falta de uma parceria pruma rodada de pife. Vou perder a minha paciência de tanto jogar e ir deitar na rede, ouvindo só o sons de insetos que habitam os terrenos vizinhos...todos vazios. Acho que estou com sono e minha pele está queimada...esqueci o protetor solar. Amanhã vou ao shopping comprar um, o mais próximo deve ficar a alguns 10 km...Acho que vou deitar, não pq é tarde, nem por nada. Apenas quero deitar e em todos esses dias só vou fazer o que eu quiser fazer. Vou adormecer logo e sonhar que estou de férias na minha praia favorita e sozinha...e lembrar que esse foi só o primeiro dia.

se dizem que é impossível
eu digo: !é necessário!
se dizem que é loucura
(eu provo o contrário)
e digo que é preciso
eu preciso...é necessário
seguir viagem, tirar os pés da terra firme
e seguir... viagem

14 julho 2008

Ame o Rock!


Ontem foi o dia mundial do Rock. Pra comemorar, botei a rodar no dvd o primeiro registro de um disco ao vivo da minha banda querida, Engenheiros do Hawaii.
Realmente, o que eu quero não existe...mais! Gravação do disco Alivio Imediato, no Canecão, Rio de Janeiro, final da década de 80. Imagens registradas pelo jovem que hoje vem ser meu amigo, Mario Guglielmi.
Afinal, o que é ronquenrou? Sem dúvida: Humberto, Augusto e Carlos. Os três. JUntos!
Esse video era lenda, pelo menos pra mim, até cerca de um ano atrás. Mesmo depois de tê-lo recebido e apenas assistido por um breve instante (só pra confirmar que era, de fato, a gravação), não tive tanto interesse. Coisas de quem sabe o momento de deixar de ser fã.
Pois ontem eu abandonei essa idéia e fui, finalmente, assistir na íntegra. Essa é a minha banda favorira. Tudo bem que o Novos Horizontes é um disco bacana, assim como todos que o antecederam, mas o que eu quero é rock. Eu quero a guitarra do Augustinho me fazendo delirar, as caretas do Maltz e toda sua doação ao instrumento...o Humberto mandando a mídia se danar... mega dispostinho, como sempre, mas ai... alguém ai tem a explicação??? São variações de um mesmo tema, realmente.
Nada se compara. Que danem-se as demais formações, com todo respeito aos seus trabalhos...mas o que eu quero é rock!

Nesse dia após o dia do rock, viva os fãs que se contentam sempre com discos mega perfeitos, registros de uma banda que não existe mais... e viva a esperança de quem ainda acredita que a hora certa vai chegar.

Augustinho, Rio e Mario: ai vou eu!

Ame o Rock!

09 julho 2008

é necessário


Eu quero ir embora, mas por algum motivo não consigo.
Quanto mais longe eu puder ir, melhor.
Quanto menos objetivo, também.
Principalmente porque eu quero morar em um outro lugar, só para ir morar em um outro lugar que não o que eu já moro desde o início da minha vida.

...porque tem muito mundo no mundo e eu que não quero ficar aqui!

08 julho 2008

amor quente

Essa canção está na minha mente desde que acordei...pq será?

07 julho 2008

Quanto vale a vida longe de quem nos faz viver?


Já faz um ano. O tempo passou muito rápido e as vezes parece que nem passou. Tudo o que eu quero dizer é que eu sinto a tua falta todos os dias.
Eu trocaria a eternidade por um dia contigo.
Quanto vale a vida longe de quem nos faz viver? quanto vale eu não sei, mas o sentido vai embora junto com as pessoas que não estão mais presentes. Aquelas que a gente ama e que hoje faz o coração fazer tum-tum dolorido.
Dói muito. E vai doer pra sempre.
O que será que ela quis dizer? 5 letras começando com a letra A...

04 julho 2008

Amo ela, a moela

Você penteou o cabelo dele?
- Penteei-lho
- Ah, aquela é uma mulher que se disputa a qualquer preço!
- Não desista! Ofereça a outra face!
- Na vez passada!
- Vou pôr no gráfico!
-Desculpa então, vamô então...
-Ele já havia dado!
- Meu pai, Eva e Adão (fala bem rápido essa...)
-Eu vi ela...vou me já...uma mamão...ter tinha...
Se souber de mais... dê uma mão aqui!

CACOFONIA: amo ela!

Saca só minha lata de "amo ela", bem dispostinha!

03 julho 2008

E se a medida de amar fosse limitada?


Nada disso faria sentido, sequer esse texto. Meus "motivos de força maior" não superaram a vontade de ver o Humberto e eu fui pra Lajeado.
Nessas horas que eu fico me perguntando, afinal o que é isso? Que sentimento é esse que move a gente? É, ainda não consegui a resposta...pq a gente larga tudo: trabalho, família, faculdade e tudo mais e vai atrás do Alemão! Ainda bem que ninguém limita amor, carinho e admiração...
Sai de Porto Alegre 14h30, duas horas de trajeto. Pocket show marcado para 19h.
Cheguei cedo, deu tempo de conhecer o território e ainda receber a feliz notícia de que a Elisa estava a caminho. Entre uma questão de prova e uma mensagem da Ana, ela se convenceu a também participar de mais essa. Érik também a caminho, com a querida Vanessa.
Aos poucos a turma foi chegando, inclusive Master e HG. O evento era um Festival de Livros e Humberto convidado para tocar e autografar a sua mais recente obra: Meu pequeno gremista.
Confesso que o local e o público, tirando a família enghaw, não era o mais adequado para um show e acho que foi perceptivel a falta de reação do público. Ou fui só eu que tive essa impressão?
O pocket foi bem curto mesmo, só algumas canções: Pra Ser Sincero, Terra de Gigantes, Parabólica, Refrão de Bolero, No meio de tudo vc, Perfeita Simetria + O papa é pop...e outras. MAS NADA DE VOZES!!! E eu cobrei: - faltou Vozes!!
Até terça-feira a noite eu não ia ao show, muito trabalho e atividades em geral, vida real! Mas depois que eu ouvi a Carol, digo o Humberto em um video em Volta Redonda cantando Vozes, me arrepiei. Acho que ouvi umas 27 vezes e decidi: VOU PRA LAJEADO e o resto que se exploda!
Fui, não ouvi Vozes, mas não me arrependo. Sessão de autógrafos depois do show e nós, que já nem temos mais nada pra autografar, praticamente, fomos apenas dar o ar da graça. Bater um papo e umas fotos e cobrar Vozes, é claro.
De volta a Porto Alegre, caminho perigoso: chuva na estrada e o quase atropelamento de uns ciclistas... rs.
Chegamos em paz e na despedida, Ana diz: Caxias?
Elisa e Juliane respondem: - CAXIAAAAAAAS! !!!!!!!!!

Dia 17- VOLTAREMOS!

Acho que somos apenas fãs, fazendo jus a frase: a medida de amar é amar sem medidas!

Depois virou um vício

01 julho 2008

Se você ouvisse as vozes que ouço a noite

...acharia tudo que eu faço natural!
E natural para um fã enghaw é despencar de onde quer que se esteja, com a carteira vazia mesmo, sem saber ao certo onde será o evento da vez e pra ver tudo aquilo que tu já viu, mas vai se emocionar ao rever...mesmo que seja pela centésima vez!
E ah, antes que eu me esqueça: ter dengue ou qualquer outra patologia terrível para faltar o trabalho. No meu caso já não cola mais, então irei mesmo ver o Gessinger.
Pq se vocês soubessem o bem que ele me faz...
Esse video abaixo é a uma versão bem recente de Vozes, música que HG já não toca há algum tempo! O video não está muito bom, mas o som é o que vale nesse caso, e eu recomendo conferir...uma bela canção!
Rumo a Lajeado ouvir vozes, vozes gessingerianas!




Vozes!
Queeeee? Mentira!!!

Autismo ao extremo

Video gravado pelo MARIO (sem acento) no pós show-enghaw dia 17 de maio.
Um dia super, uma entrevista super...tosca! ops, uma entrevistada tosca, com respostas toscas...


Autistas

Em Porto Alegre, Juliane diz:
-Mário, entrega esse relógio do Pink Floyd pra Carol? Era pro Humberto, mas acho que ela vai gostar mais e mês que vem é aniver dela.
Mário diz:
-Sim, sem problemas.
Algumas semanas depois...Mário no Rio e eu aqui...
Juliane pergunta:
-Entregou a parada aquela pra Carol?
Mário responde
-Dei pro Émerson.
Juliane, irritada, diz:
-É pra CAROL
CAROL, CAROLINA BRAGA LEITE TAVARES!!!!!!!!!Não quero mais falar.
Três semanas depois sem se falar...
Juliane envia um sms e diz:
-Me desculpa?
Comunicação controversa é foda, desculpa Mário.
Enfim, presente entregue, Carol feliz, Ju e Mário de bem. Espero que ele volte a comentar aqui e a ouvir o FL...ou ao menos volte pra PoA, pq eu estou com uma saudade enorme. Nenhum pôr do sol no Gasômetro tem sentido agora... nem ver pela milésima vez o quarto do Mário, o Quintana.
Viu, isso é um pedido de desculpas em público!! E não é fofo, é triste!